Segunda, 18 Outubro 2021
Vazante do Rio Negro inicia em Manaus após cheia histórica

Vazante do Rio Negro inicia em Manaus após cheia histórica Featured

Rio Negro iniciou o processo de vazante descendo 1 centímetro nesta segunda-feira (14)

Após atingir uma cheia histórica, o Rio Negro iniciou o processo de vazante e desceu 1 centímetro e marcou 29,99 nesta segunda-feira (14). A cota máxima chegou aos 30 metros no dia 05 de junho de 2021, sendo a maior cheia dos últimos 119 anos. A Prefeitura de Manaus tem trabalhado todos os dias para minimizar os danos causados pelo fenômeno natural na região.    

A Casa Militar, por meio da Defesa Civil, construiu mais de 10 mil metros de pontes e passarelas em 20 bairros da capital amazonense. Aproximadamente 4 mil famílias foram beneficiadas com as construções que estão permitindo o acesso às casas neste período de cheia. 

Previsões

Na última semana, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), divulgou a previsão de início do processo de vazante, para o início desta semana. A pesquisadora Luna Gripp, responsável pelo sistema de alerta hidrológico do Amazonas, acredita que, observando ao longo das últimas semanas, apenas variações na ordem de um centímetro são registradas.

“E alguns rios começam a apresentar recessão, variações pequenas. A princípio, o nível do rio começa a apresentar processo de vazante. Tanto subidas, quanto estabilizações e descidas na ordem de um centímetro, estão dentro da nossa margem de erro. Ou seja, esses três processos diferentes indicam que o rio está, praticamente, estável.  Se a gente imagina um rio de 50 metros como é o caso do rio Negro, dizer que ele subiu ou desceu 01 centímetros só, indica que está estável. Isso é muito característico do processo de finalização da enchente. Isso significa que isso representa que o nível do rio não deve voltar a subir ao longo do ano, pelo menos não para esse evento”, disse.

Sobre a vazante, a pesquisadora completou que "Essa baixa é sempre gradual e lenta. A probabilidade é que comece a baixar um centímetro por dia, depois dois, depois três, isso vai variando, lentamente. Apesar disso começar na próxima semana é importante ressaltar que a retomada dos processos normais, com os rios voltando para sua calha principal e deixando de ter os impactos que são observados na população, ela vai ser de forma lenta e gradual. Não é de uma hora para outra”, afirma.

Foi histórica

Esta foi a maior cheia registrada até o momento. No dia 1 de junho, o rio Negro ultrapassou a cota de 2012 (29 ,97 metros), chegando a 29, 98 metros. Aos poucos, o nível das águas foi subindo, até chegar aos 30 metros no último sábado (5). O monitoramento das águas teve início em 1902.

 

Fonte: EemTempo

About Author

87 Responses Found

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.